quarta-feira, 18 de maio de 2011

SEUL PROÍBE PELES EM DESFILE

Seul cede à pressão de ativistas e proíbe peles durante desfile de grife italiana

18 de maio de 2011

Foto: AFP
Por Lobo Pasolini (da Redação)
A capital da Coréia do Sul exigiu que a grife italiana Fendi retirasse todas as peças com peles de animal de um desfile da coleção outono/inverno por causa das reclamações de um grupo de direitos animais, conforme declararam oficiais da prefeitura da cidade.
Segundo um relato da AFP, um porta-voz da prefeitura disse: “Nós recebemos reclamações de ativistas dos direitos animais e vimos opinião negativa do público na internet. Nós não podemos deixar uma coisa tão controversa tomar o palco em uma propriedade pública”, ele disse.
O show da Fendi está marcado para o dia 02 de junho em uma ilha flutuante no Rio Hab, que a cidade pretende promover como uma atração. A empresa italiana disse que os oficiais da cidade ameaçaram cancelar o evento a menos que todos os itens com pele fossem removidos da passarela.
Fendi se diz surpresa com a decisão e disse que iria negociar com a prefeitura para manter o show como planejado. 20 peças incluíram peles, de um total de 40. Celebridades e representantes do mundo da moda estão entre os convidados do desfile.

Nenhum comentário:

Postar um comentário